Massoterapeuta é aquele especialista que pode diagnosticar o que se passa em qualquer parte do seu corpo. O toque de suas mãos, sensível, conhecedor, vai no ponto exato e detecta o que se passa. As mesmas mãos procedem a melhora. As mãos são dotadas de ultra sensibilidade, pois há nelas uma imensa quantidade de receptores. São nada menos de 2.300 terminações nervosas por centímetro quadrado. Pequenas células sensoriais - são mais de 5 milhões na superfície corporal - conduzem ao cérebro suas mensagens. Para o especialista, a planta dos pés é o mapa detalhado que indica o estado de todos os nossos órgãos. Pontos específicos serão tocados, procedendo-se a sedação. Kiyoshi Nagaoka pratica massoterapia há décadas, uma prática que é reconhecida nos países do Primeiro Mundo e que agora começa a ser considerada pela medicina brasileira. Luta que durou anos. Para Kiyoshi, o corpo tem de ser tratado de forma a se atingir o equilíbrio total. Para isso, se corrige a postura e até mesmo os hábitos.

O massoterapeuta é um técnico que divide seu trabalho em segmentos: a parte de relaxamento, a parte que trata de lesões esportivas e os problemas decorrentes do trabalho, tipo tendinite e outras mazelas. A massoterapia tem sido eficiente em debelar, entre outros, problemas antes considerados quase insolúveis, como a enxaqueca, diabete, a artrite. De qualquer modo, Kiyoshi recomenda igualmente que uma pessoa, por si, cuide sempre de seu corpo, dos pés e das mãos. Quantos sabem que o simples ato de lavar as mãos com frequência é altamente benéfico? Ou que, ao se levantar à noite, não se ande com os pés descalços? Ou que é essencial andar sobre a terra ou sobre um gramado? Ou simplesmente abraçar uma árvore e receber energia dela. Basta experimentar.

Ignácio Loyola Brandão